Tratamentos oferecidos

Fisioterapia

Ao longo da evolução da doença, pessoas com DP, experimentam deterioração das funções corporais e da mobilidade, limitação para as atividades da vida diária e restrição quanto a participação comunitária. Tais alterações podem contribuir para o aumento da dependência, inatividade e isolamento social favorecendo a baixa qualidade de vida.

A Fisioterapia objetiva manter o nível máximo possível de mobilidade e independência, além de evitar complicações decorrentes da DP.

As técnicas utilizadas são voltadas para melhora da capacidade de realizar transferências, melhora da postura, do equilíbrio e da marcha favorecendo a redução de quedas. São também prioritários o treinamento para o uso funcional dos membros superiores nas atividades do dia-a-dia e a manutenção da função cardiorrespiratória.



Reiki

É uma técnica japonesa que utiliza a troca de energia para revitalizar e harmonizar o corpo, usando as mãos como fonte dessa energia para promover bem-estar, equilíbrio e serenidade.

Segundo o Ministério da Saúde, o Reiki integra “ação de promoção e prevenção em Saúde” definida pela Política nacional de Práticas Integrativas e Complementares (PNPIC) em 2006. É prática reconhecida pela Organização Mundial de Saúde desde 2007.



Dança

A dança vem sendo utilizada como coadjuvante no tratamento de pessoas com doença de Parkinson já que as principais manifestações clínicas dessa doença envolvem o sistema motor.

Já existem trabalhos científicos que comprovam a eficácia da dança no equilíbrio postural o que contribui para melhorar os movimentos nas atividades de vida diárias. O foco do trabalho da dança para as pessoas com Doença de Parkinson está para além da busca pelo gesto perfeito, da dança profissional. Nosso principal objetivo é trabalhar a consciência corporal, o alongamento, o equilíbrio, a coordenação e o ritmo, tudo isso de forma consciente e utilizando a expressão corporal individual, que vai dar sentido ao movimento.



Massagem de Som Peter Hess®

É um método de relaxamento que utiliza o som e a vibração de taças terapêuticas posicionadas em cima ou próximas do corpo vestido da pessoa e percutidas suavemente com baquetas específicas. Elas emitem estímulos vibro-acústicos que propiciam um relaxamento profundo que atua nas nossas células, trazendo muitos benefícios à saúde. Nossos clientes da APC relatam sensações de bem-estar, paz interior, alívio de dores e tensões, diminuição da ansiedade, do stress diário, melhora do sono, como também uma melhora das relações em seu meio social.



Psicologia

O diagnóstico de Parkinson pode despertar na pessoa os mais diversos sentimentos como raiva, tristeza, depressão e medo do futuro. Aspectos emocionais e psicológicos influenciam a forma de perceber a doença afetando decisivamente a evolução e a qualidade de vida do indivíduo.

O tratamento psicológico ajuda as pessoas a manter o equilíbrio, entender seus sentimentos e a desorganização psíquica decorrente da doença. O psicólogo oferece instrumentos terapêuticos para ajudar a diminuir o sofrimento, favorecendo a criação de possibilidades de enfrentamento.



Fonoaudiologia

A doença de Parkinson é caracterizada como uma condição neurológica de caráter evolutivo. Em dados atuais é considerada a segunda doença com mais casos registrados no mundo. Sua prevalência nos países industrializados é alta e entre pessoas acima dos 60 anos é de 1%.

A fonoaudiologia tem como papel estimular e reabilitar funções ligadas a órgãos responsáveis pelas funções de respiração, deglutição (engolir) e fonação (fala e voz). Portanto, a fonoaudiologia desenvolve trabalhos com o indivíduo com doença de Parkinson visando a melhora da qualidade e intensidade (força) da voz, da articulação das palavras e dos transtornos do processo de deglutição garantindo segurança, prazer e qualidade de vida.

Além disso, todas essas abordagens possuem planejamento terapêutico e processo de educação continuada, visando informar ao indivíduo, seus familiares e cuidadores a respeito da doença e de condutas de prevenção de forma a garantir um cuidado pleno e amplo da pessoa com doença de Parkinson.